Blog – Laina Flores
Para seu aniversário, a Carol escolheu pink e laranja – duas cores que combinavam perfeitamente com sua personalidade vibrante e cheia de vida – e pediu que fossem utilizados apenas o mobiliário já existente no local, o sítio da família.

Foi com esse briefing que cuidamos de cada detalhe para que os convidados se sentissem totalmente à vontade, mas sem perder o glamour de uma festa planejada com antecedência e carinho. Afinal, um churrasco de aniversário pode ser chique e despojado ao mesmo tempo!

Arranjos alegres, toalhas, caminhos de mesa e almofadas combinando, lanternas japonesas e vasos coloridos deram o tom, mas a grande atração foi mesmo a mesa de doces, de onde um arranjo em formato de cascata despejava sobre a mesa muitas flores, misturando-se aos docinhos!

Foi lindo e perfeito, coroando um dia de muito sol e animação para a aniversariante e seus queridos convidados!
Uma noiva cheia de personalidade e sem medo de escolher e um noivo apaixonado e cheio de bom humor. Esse casal muito querido demonstrou preocupação com cada um dos detalhes do casamento, em especial a decoração, palpitando e decidindo tudo tintim por tintim!

Como resultado, tivemos uma linda cerimônia realizada na Paróquia Santo Ivo, com caminhos de gipsófila, arcos de flores e um altar cheio de personalidade com arranjos de flores brancas e duas palmeiras enormes!

Para a recepção, a Ana, romântica e clássica, optou por tons de rosa claro, champanhe e branco. Os arranjos, acompanhados de sousplats de renda feitos pela própria noiva, deram charme à elegante Kaza Fendi, na qual arranjos aéreos de flores aproveitaram o pé direito alto do espaço. Para os bem casados, o charme dos tsurus que pendiam do arranjo alto e se encontravam também substituindo os laços tradicionais.

O ponto alto, sem dúvidas, foi a mesa de doces: vasos de pérolas, arranjos elegantes, pratos de doces de cristal e prata, orquídeas e muitas outras flores se uniram à cortina de led para causar impacto aos convidados que chegavam ao salão.

Foi delicioso participar do planejamento e execução deste projeto e ficamos muito felizes em receber tanto carinho dos noivos depois do casamento.

Ana e Anderson, desejamos a vocês muitas felicidades e realizações sempre!
Um casal em plena sintonia, apaixonado e ansioso por curtir cada segundo do grande dia! A Ti cuidou dos detalhes e o Rafa das bebidas e da lua de mel (hahaha) e com isso todos ficaram muito felizes com seus papéis na preparação do casório, rs!

Brincadeiras à parte, o melhor de tudo foi o carinho e a confiança deles em deixar por nossa conta várias decisões importantes que no final resultaram também em deliciosas surpresas para eles!

A cerimônia foi realizada no próprio espaço e logo após desmontada rapidamente e com toda discrição pela nossa equipe, liberando o mezanino onde estavam as mesas reservadas para os noivos e familiares próximos. Os arranjos bem altos da mesa de doces foram pensados para que o casal, também alto, pudesse tirar fotos tranquilamente sem esconder a decoração!

Queridos amigos, fazer parte de uma história tão bonita nos emociona até hoje e estamos a postos para participar de todos os momentos importantes dessa família linda que se inicia! Que venham as bodas, batizados e muito mais, rs!

Um grande beijo e os mais sinceros votos de felicidades a vocês!
Uma dúvida bastante comum que ouvimos das noivas quando se referem à cerimônia é sobre dividir a decoração com outros casais... Como ocorre em muitas igrejas em São Paulo, frequentemente há mais de um casal no mesmo dia e isso gera uma certa apreensão... E se os gostos forem diferentes? E se não houver empatia? Como acomodar budgets diferentes? Como solucionar o impasse? Pois é. Se por um lado dividir a decoração significa uma baita economia, por outro pode gerar alguma dor de cabeça.

Em algumas igrejas, há regras específicas quanto a isso e os noivos só podem contratar a decoração com X meses de antecedência (3, 6, depende da igreja escolhida), para evitar que o casal que fechar a data primeiro escolha tudo do seu gosto, preterindo o outro casal. Nestes casos, se não aparecer mais nenhum casal para a mesma data, os noivos podem escolher tudo do seu gosto e se um segundo casal vier a fechar a data com a igreja após este prazo, deverá aceitar a decoração já escolhida e rachar os custos. É claro que, se ambos os casais concordarem, o modelo escolhido poderá ser alterado para outro, normalmente dando um upgrade com a inclusão de itens complementares como a passarela de espelho, castiçais, mais arranjos no altar etc.

Se os casais do mesmo dia optarem por fechar tudo juntos, desde o começo – coisa que tem se tornado comum tendo em vista a antecedência com que se marca a data na igreja – é importante então que desde os primeiros contatos estabeleçam o que querem, o que não querem e o quanto cada um está disposto a gastar.

Felizmente temos tido experiências incríveis com nossos noivinhos. Vemos frequentemente exercícios de diálogo e abdicação e a vontade de ser felizes serem colocados acima de pequenos detalhes, tudo para evitar atritos e deixar todo mundo satisfeito. Isso é tão maravilhoso!

Pois bem. Para os casais que vão dividir a decoração e que porventura não estejam 100% em harmonia com o gosto dos outros, sempre sugerimos o seguinte:

Estabelecer quanto cada um pode/pretende gastar dentro de uma expectativa realista;

Estabelecer do que cada casal não abre mão (por exemplo, a cor das flores ou do tapete);

Estabelecer do que cada um abre mão (por exemplo, decoração externa ou iluminação cênica);

Bater o martelo quanto aos itens em comum desde já para evitar mudanças de ideias;

Negociar o que houver de divergência entre as expectativas. Em alguns casos, existe a possibilidade de um dos casais pagar sozinho por itens a mais dos quais faça questão e o outro não, desde que concorde que nem sempre é possível retirar tais itens da igreja após a celebração do seu casamento. Em casos mais graves, como divergência a respeito da cor da decoração, o ideal é optar-se por uma solução mais clássica, como flores brancas e tapete verde ou vermelho e permanecendo ainda o impasse, a própria secretaria da Igreja pode ser chamada a intervir.

O decorador tem um papel bastante importante neste processo e precisa ter sensibilidade para ajudar a conduzir as negociações com atenção, respeito pelo sonho de ambas as partes e criatividade para propor soluções que agradem a gregos e baianos.

Nós da Laina Flores estamos aqui para ajuda-los e fazer parte deste grande dia com muita alegria e criatividade! Solicite já o seu orçamento!
E por falar em dividir a decoração, temos aqui um caso muito feliz de sintonia entre as noivas na hora da escolha! O mais legal dessa decoração é justamente que ela saiu do clássico branco, pelo contrário: a Angélica e a Alessandra ousaram ao escolher lindas flores em tons pastel e tapete azul marinho.

Os vasos brancos fizeram um contraponto ao tom fechado do tapete e iluminaram a nave, ao passo que as flores delicadas deram leveza ao resultado final. O detalhe? Uma das noivas queria a passarela de espelho e a outra não, então a solução encontrada deixou todo mundo feliz e é isso o que realmente importa!

Meninas lindas, foi um dia muito especial para nós! Obrigada pela confiança e sejam muuuuito felizes!!!!